imagem

Rio Grande, 20 de setembro de 2017

BioInf

 

Bioinformática

 


 

O principal objetivo da linha de pesquisa é desenvolver e aplicar algoritmos e ferramentas de Bioinformática. O casamento entre computação e biologia possibilita uma mudança de paradigma no estudo de sistemas biológicos. A computação permite que a grande quantidade de dados obtidos a partir de sistemas biológicos seja processado em tempo razoável possibilitando respostas rápidas à questões que levariam meses para serem atendidas em experimentos in vitro.
 
O uso de métodos matemáticos e computacionais está se tornando parte integral das pesquisas biológicas. Embora nos últimos tempos grandes avanços tenham sido obtidos nesta área, ainda existem várias questões à serem respondidas ou refinadas. Um dos grandes desafios se encontra justamente na análise de enormes quantidades de dados complexos dos quais possam ser gerados modelos úteis e confiáveis de processos biológicos. 
 
Esta linha de pesquisa possui uma forte interação com outras linhas do programa, mais especificamente com Computação Flexível e Sistemas Multiagentes. Além disso, existe também uma colaboração com o Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Laboratório de Micobactérias.
 
As possíveis aplicações da Bioinformática são numerosas e importantes. Nesta linha de pesquisa pretende-se pesquisar especificamente teorias, modelos, métodos e técnicas em:
  • Dinâmica molecular
  • Docagem molecular e triagem virtual
  • Dobramento de Proteínas
  • Redes regulatórias genéticas
  • Mineração de dados biológicos
  • Simulação de sistemas biológicos
Os egressos desta da linha de pesquisa em Bioinformática possuirão uma sólida formação em métodos computacionais e estatísticos aplicados a área biológica e estarão aptos a contribuir com o avanço da ciência nesta área. Além do mais, as contribuições obtidas poderão ser aplicadas a outras áreas da ciência.
 


2010 - 2017 -- Desenvolvido pelo Centro de Ciências Computacionais - C3